Saúde materna: mamães saudáveis geram bebês saudáveis

Pesquisas recentes revelam que a saúde materna é extremamente importante para garantir a saúde dos pequenos. Para usufruir de uma maternidade saudável, os cuidados devem começar ainda na gestação, em primeiro lugar, com a realização do exame de pré-natal.
 

De acordo com a coordenadora médica de ginecologia e obstetrícia do Hospital Icaraí, dra. Flávia do vale, o pré-natal deve ser iniciado o mais rápido possível pela gestante, pois o acompanhamento realizado desde a descoberta da gravidez é que vai garantir uma maternidade saudável por permitir identificar e reduzir possíveis riscos que poderiam acometer tanto a mãe como o bebê.
 

Segundo o Ministério da Saúde, os principais exames que são obrigatoriamente realizados durante o pré- natal para que mãe e filho cheguem com saúde e segurança ao momento do parto são: ultrassonografia, sangue, urina, tipagem sanguínea, VDRL- para teste de sífilis, alguns sorológicos para testes de HIV e hepatite B, eletroforese hemoglobina para descobrir anemia falciforme, glicemia , entre outros.
 

Além disso, é importante ficar atenta aos sinais de alerta durante a gestação, entre eles, pressão alta, dores fortes de cabeça, com a visão embaralhada ou enxergando estrelinhas, bebê parar de se mexer por mais de 12 horas, sangramento pela vagina ou corrimento escuro (marrom ou preto), perda de líquido (água), inchaço nos pés, nas pernas e no rosto, principalmente ao acordar, dor ou ardor ao urinar, contrações fortes, dolorosas e frequentes, vômitos persistentes, febre e corrimento vaginal com cheiro ruim e forte ou ardência.
 

 Do ponto de vista nutricional, a principal orientação pré-natal é que a futura mamãe tenha uma alimentação fracionada e balanceada, ou seja, porções pequenas com bastante variedade de frutas, verduras, legumes e folhas cruas, além da ingestão de bastante líquido e lanchinho SOS.
 

Ao longo da gestação, é fundamental que o acompanhamento e recomendações médicas sejam rigorosamente respeitadas pela gestante para garantir o primeiro vínculo criado entre ambos, a saúde, uma vez que já foi comprovado cientificamente que quando as grávidas possuem condições adequadas de saúde e nutrição, seus bebês têm as mesmas chances de se desenvolver de forma apropriada e usufruir de boa saúde ao longo da vida.