Hospital Icaraí

Câncer colorretal: prevenção e cuidados

Câncer colorretal: prevenção e cuidados

Conheça a importância do diagnóstico e tratamento precoce do câncer colorretal, assim como os fatores de risco e como preveni-lo.

Em março, ocorre a campanha Março Azul-Marinho, movimento dedicado à conscientização do câncer colorretal, o terceiro tipo mais comum de câncer no Brasil, que tem origem no intestino grosso, também chamado de cólon, e no reto, região final do trato digestivo. O objetivo da campanha é o mesmo de campanhas semelhantes, como o Outubro Rosa, o Janeiro Vermelho e o Novembro Azul: conscientizar a população sobre a doença e para a necessidade de exames preventivos que a identifiquem precocemente, como é o caso da Colonoscopia. Continue lendo para saber mais!

Diagnóstico e prevenção do câncer colorretal

A Colonoscopia é um exame importante por permitir não apenas a detecção de pequenas lesões que, futuramente, podem evoluir para um quadro de câncer no intestino ou no reto, mas também a remoção dessas lesões, muitas vezes ainda benignas, de forma indolor e segura. 

Segundo o Prof. Dr. Leonardo Cordeiro de Souza, Diretor Científico do Centro de Estudos do Hospital Icaraí, o exame de Colonoscopia tem para o câncer colorretal a mesma importância do Exame de Toque e PSA para detectar o câncer de próstata, assim como o Preventivo no câncer de colo de útero e a Mamografia para o câncer de mama. Acontece que esse exame é feito de uma forma semelhante à Endoscopia, ou seja, por meio da inserção de uma câmera no intestino, o que o torna alvo de preconceito. Assim, o câncer colorretal, apesar de ter prevalência na população acima de 45 anos, muito maior do que o de próstata nos homens e do que o câncer de colo de útero nas mulheres, ainda é pouco divulgado e frequentemente desconhecido.

Fatores de risco para a doença

Os fatores de risco variam, mas, entre os mais conhecidos para o surgimento da doença, estão: sedentarismo, sobrepeso, alimentação pobre em fibras e rica em carnes vermelhas e embutidos, exposição à radiação, ao tabagismo e ao alcoolismo. A faixa etária acima de 50 anos também costuma ser um fator de risco, assim como casos hereditários, ou seja, dentro da mesma família.

O INCA (Instituto Nacional de Câncer) estima o surgimento de 41 mil novos casos de câncer colorretal por ano no país. Mas, com a campanha Março Azul-Marinho, o foco é diminuir cada vez mais essa estatística por meio da conscientização. Por causa disso, no próximo dia 31 de março (quinta-feira), a partir das 7h45, o Hospital Icaraí realizará, em seu Centro de Estudos, uma sessão clínica para colaboradores, médicos e convidados com o tema: “Papel da colonoscopia na prevenção do câncer colorretal. A palestra será realizada pelo médico do Hospital Icaraí, Felipe Carino, especialista em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Essa palestra é essencial para que todos os participantes acima de 45 anos se conscientizem sobre a importância de se fazer esse exame. O evento é aberto também para médicos e acadêmicos. Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *